Carnaval chegando e, com ele, muita folia, glitter e POLUIÇÃO! Então, que tal inovar este ano e arrasar no brilho sem peso na consciência? Aprenda aqui a solução de glitter caseiro ecológico que separamos para você!

Você sabia que o glitter e a purpurina, as grandes estrelas do Carnaval, são também os maiores vilões da folia?!

Isso porque eles são formados por microplásticos, minúsculas partículas de plástico nada brilhantes para o meio ambiente. Assim que acabam as festas e o brilho desce pelo ralo, os microplásticos de glitter e purpurina entram na rede de esgoto.

Por serem muito pequenos, acabam passando direto pelos processos de tratamento da água e chegam aos rios e oceanos, juntando-se às 8 milhões de toneladas de lixo plástico que são lançadas no ambiente todos os dias.

Essas partículas levam centenas de anos para se decompor na natureza e, quando chegam ao oceano, causam danos à vida marinha. As ameaças à biodiversidade marinha incluem a ingestão dos microplásticos, diminuição da capacidade de fotossíntese das algas, interação com outros poluentes (metais pesados, pesticidas), consequente mortandade, etc.

A contaminação se propaga por toda a cadeia trófica conforme os animais maiores se alimentam dos animais menores. Assim, o homem, que está no topo da cadeia, também acaba prejudicado.

Mas se você ama passar os dias de folia brilhando muito da cabeça aos pés, não se preocupe! Nós temos a solução!

Te apresentamos a seguir formas de fazer glitter caseiro, uma solução muito mais sustentável para não deixa de brilhar nem um minuto!

É bem simples e você só precisa de sal e corante de alimentos. Isso mesmo, só dois ingredientes.

Basta colocar o sal em um potinho e ir pingando o corante da cor desejada aos poucos, misturando bem, até atingir a tonalidade perfeita para você. Deixe secando de 3 a 4 horas e pronto, seu glitter caseiro e sustentável está pronto pra uso.

glitter-caseiro-ecologico-02

Para maior fixação da cor, você ainda pode assar seu glitter caseiro de sal no forno (180 °C). Jogue o conteúdo em uma assadeira com papel manteiga e asse por 10-15 minutos. Ele estará pronto para uso quando estiver frio.

Outra alternativa é o pó de confeiteiro. Procure pelos mais fininhos, que realmente parecem glitter de verdade. Vale a pena dar uma fuçada em casas de festa e em lugares que vendem acessórios para confeito.

glitter caseiro 03

Lembrando que para a fixação no corpo, você deve usar algo bem grudento, como vaselina ou gloss labial.

Ainda, existe a opção de você procurar por marcas de purpurina e glitter disponíveis no mercado que tenham um viés ambiental. Existem opções com ingredientes mais naturais e biodegradáveis, excelentes para substituir os tradicionais microplásticos.

Repense seus hábitos e seja criATIVO 🙂

E aí, achou nossas soluções de glitter caseiro interessantes?

Já testou algo parecido? Tem outra dica legal? Conta pra gente no espaço pra comentários logo abaixo.

E então, neste carnaval, ponha a sustentabilidade em prática, brilhe muito e divirta-se com consciência.

Boa festa!


Receba os conteúdos exclusivos!


Deixe seu comentário:

Comentários