Creio que você já deve ter ouvido falar em moda natural e sustentável, mas tenho certeza que esse artigo pode lhe ajudar muito. Leia e entenda todos aspectos que envolvem essa forte e importante tendência.

A natureza sempre foi uma grande inspiração para as coleções de moda desenvolvidas por todo mundo. Animais, plantas, astros, ambientes e paisagens proporcionam cores e formas para as novas criações. Além de eternizar as belezas naturais, esta relação traz uma forte ligação de identidade e personalidade.

Recentemente, uma parte da indústria da moda passou a considerar a natureza não apenas como um tema para inspiração, mas também como algo a ser respeitado. O cuidado com o meio ambiente passou a ser pré-requisito na elaboração dos produtos e serviços oferecidos.

Moda natural: uma alternativa viável

A moda natural é aquela em que os processos produtivos são menos poluentes e de menor impacto ambiental (ecofriendly). Está sempre buscando-se a redução do desperdício e o uso racional dos recursos naturais e da energia, desde a escolha das matérias-primas até a fabricação do produto final.

Ainda, além de ser menos agressiva ao meio ambiente, a moda natural e sustentável também promove o comércio justo e a responsabilidade social (faitrade). A proposta é de uma produção mais humanizada e livre de exploração, valorizando todos os envolvidos na produção.

Também incentiva o consumo consciente (reuso, trocas, consertos, upcycling), ao contrário da moda descartável (fast fashion). Valoriza-se, assim, a qualidade e o uso prolongado das peças de roupa (slowfashion), visando um sistema sustentável.

>> Quer saber mais sobre moda natural e sustentável? Acesse gratuitamente o nosso [EBOOK] <<

Harmonia no consumo

Consumo e consumismo podem até soar parecidos, mas possuem significados bem diferentes. O consumo está ligado a adquirir produtos para satisfação das reais necessidades. Por outro lado, o consumismo é o ato de comprar produtos e/ou serviços sem necessidade e consciência. É compulsivo, descontrolado e que se deixa influenciar pelo marketing das empresas que comercializam tais produtos e serviços.

moda natural

Após a Revolução Industrial, o mercado da moda criou um forte apelo para que o consumidor se mantenha na “moda”, substituindo roupas em bom estado por novos modelos, desenvolvidos de acordo com as tendências apresentadas pelos grandes expoentes de estilo e pelas feiras internacionais de moda. A relação entre consumidor e vestuário se tornou tão rápida que não há tempo para a roupa preencher a memória da pessoa que a veste.

De maneira geral, o consumo é uma atividade vital para fazer a economia girar e suprir nossas necessidades diárias. Já o consumismo se associa ao hábito de comprar bens supérfluos, sem que haja uma necessidade real. Uma excelente alternativa é a prática do consumo consciente. Então, comece a repensar as suas prioridades e escolhas de consumo.

Responsabilidade compartilhada

Todos são responsáveis pelos problemas ambientais causados: as indústrias, os designers e os consumidores.

Para as empresas, é importante considerar os princípios da moda natural e sustentável. Entender que esse novo cenário estabelecido requer muita pesquisa, investimentos e mudanças de valor.

Para os Designers, cuja responsabilidade na escolha da matéria prima e do processo de produção é determinante para minimizar o impacto que um produto pode causar ao meio ambiente.

Para você, em seu papel de consumidor consciente, sabendo que tem influência no que acontece no mundo. Tome consciência de que se cada um fizer pequenas mudanças individuais diariamente, vamos acabar incentivando um movimento ainda maior.

moda natural

Exemplificando a moda natural e sustentável para o público que preza pela qualidade, aliada ao consumo responsável e à valorização da mão-de-obra nacional, citamos o trabalho desenvolvido na Armário Orgânico.

Diversas ações são realizadas para que tudo ocorra da forma mais justa e amigável, tanto para o planeta quanto para a sociedade, tais como:

  1. São utilizadas matérias primas e processos de produção menos nocivos ao ambiente (malha ecológica de PET reciclado, malha de algodão orgânico, madeira de demolição, etc.);
  2. Todos os envolvidos no processo de produção são remunerados de maneira justa (da produção à entrega);
  3. Os produtos oferecidos têm compromisso com a qualidade, sendo atemporais e duráveis;
  4. Valoriza-se a mão-de-obra nacional, o pequeno negócio e a inserção social, com produtos feitos 100% no Brasil e culturalmente diversos.

Conheça o trabalho desenvolvido pela Armário Orgânico clicando aqui.

moda natural

Diante disso, passe a perguntar nas lojas sobre os tecidos, que oficinas produzem as peças que estão ali, como essas pessoas trabalham, como as roupas chegam até à loja.

Pesquise bastante, esse é o segredo para a construção de um mundo melhor! 🙂


Receba os conteúdos exclusivos!


Deixe seu comentário:

Comentários