Como mencionamos no post “Qual o conceito de sustentabilidade?, sustentabilidade não está limitada aos cuidados com o meio ambiente. Não que não seja importante, longe disto, é vital! Mas o conceito vai além, abrangendo aspectos econômicos, energéticos e sociais. E como a Armário Orgânico poderia atrelar o desenvolvimento social as suas operações rotineiras? Bom, neste momento surgiu a ideia de estruturar parcerias com projetos sociais.

É sabido que uma das principais barreiras para manutenção e expansão de um projeto social é a falta de verba. Após uma rápida pesquisa, identificamos alguns potenciais parceiros e fomos a campo para avaliar o interesse e definitivamente estruturar o projeto. Como projeto piloto, efetivamos a parceria com a ONG Hospital do Riso, que por intermédio de seus voluntários, topou o desafio e rapidamente incorporou a filosofia de trabalho que propusemos.

Fruto deste alinhamento de propósitos, concebemos a campanha “Por mais um sorriso” que visa angariar recursos financeiros para as operações diárias do projeto. Criamos e disponibilizamos camisetas sustentáveis personalizadas de algodão orgânico com uma identidade visual totalmente inovadora e arrojada. O projeto será beneficiado com grande parte das vendas dos produtos e poderá arcar com as despesas de operação e investir na revitalização da sua sede.

HOSPITAL DO RISO

Hospital do Riso é uma ONG Catarinense, que através da arte, leva esperança para os pacientes que lutam contra o câncer no Hospital de Caridade (Florianópolis/SC). Utilizando a técnica da “Risoterapia”, estes voluntários realizam visitas periódicas regadas a muita música e arte. Veja o vídeo a seguir:

Quer conhecer mais? Acesse: http://www.hospitaldoriso.com/

FAÇA A DIFERENÇA, PARTICIPE DESTA CAMPANHA

Gostou da campanha? Então compartilha com seus amigos e comenta aqui! Estamos muito curiosos para saber a sua opinião! Ahh, tem muita novidade nos bastidores, fique ligado!


Receba os conteúdos exclusivos!

[contact-form-7 id=”11795″ title=”Cadastre-se”]


Deixe seu comentário:

Comentários